Exercícios físicos e o bom funcionamento do cérebro: qual a relação? – Embreex
Meus Produtos

Nenhum produto na lista

Request quote
  • Nenhum produto na lista

Exercícios físicos e o bom funcionamento do cérebro: qual a relação?

Já reparou que, após a execução de exercícios, você sente seu corpo e mente mais ativos?
Pois é, o ditado c orpo saudável, mente saudável , é totalmente baseado no
funcionamento do nosso organismo. Isso ocorre porque, durante a prática de exercícios, nossa mente vaga por um outro caminho, um caminho onde nos desligamos de problemas diários, o que ajuda a reduzir a tensão muscular e colabora com a produção de endorfina, o hormônio do prazer e felicidade.

Com o aumento dos batimentos cardíacos e o bombeamento do sangue, nosso
cérebro e seus circuitos são ativados, o que aumenta nossa energia e vontade de continuar a praticar os exercícios.

Estudos recentes
No início do ano, um estudo publicado pela Science , uma das revistas acadêmicas mais conceituadas mundialmente, diz que os remédios produzem efeitos semelhantes aos de atividades físicas, colaborando com a redução da perda de memória e outras doenças cerebrais, como o transtorno Alzheimer.
O estudo fala sobre um projeto que acompanhou mais de 1.000 mulheres suecas ao longo de 4 décadas e constatou que, para aquelas que consideravam ter uma aptidão cardiovascular alta ao entrar no estudo o início da demência foi adiado, em média, em 9,5 anos em comparação com aqueles com condicionamento médio.
Esses estudos não descartam todos os outros fatores de que também podem
influenciar o risco de demência, como os genes a outros aspectos de um estilo de vida saudável, comum em praticantes de exercícios regulares.

Benefícios cerebrais
Ainda no estudo publicado, é possível ter a análise sobre um dos principais
benefícios que os exercícios trazem para o cérebro, que é a produção de novos
neurônios. No nosso hipocampo, parte do nosso cérebro responsável pela memória, existem os progenitores neurais, células que podem dar origem a novas células, ao serem estimuladas.

Além dos benefícios para a memória, confira o que mais a prática de exercícios pode
agregar à nossa vida:
● Prevenção de acidentes vascular cerebral
O aumento da capacidade cardiorrespiratória adquirida durante os exercícios, ajuda a reduzir a pressão do sangue, diminuindo também o risco de um AVC.
Durante a movimentação, é realizada a sintetização de proteínas, estimulando assim a produção de células endoteliais, componentes presentes no revestimento interno de vasos sanguíneos, tornando-os mais resistentes.
Os exercícios ajudam também a liberar o gás óxido nítrico, responsável pela dilatação dos vasos sanguíneos, colaborando com a passagem de uma quantidade maior de sangue.
● Reduz risco de demência
Conforme envelhecemos, os níveis de insulina caem e a glicose tem mais dificuldade para chegar às células e abastecê-las. O excesso de glicose não absorvida cria resíduos nas células que danificam os vasos sanguíneos, colocando-nos em risco de desenvolver Alzheimer. No organismo em equilíbrio, a insulina age contra o acúmulo de placas amilóides, mas seu excesso contribui para o aumento e para a inflamação, danificando os neurônios ao redor.

E o humor?
Com o aumento da produção de serotonina, aumenta também o número de sinapses que previnem a atrofia do hipocampo, região do nosso cérebro associada à problemas como depressão e ansiedade.
Existem hoje diversos estudos que provam a relação direta dos exercícios com a melhora de humor, principalmente quando realizados ao ar livre ou em academias, onde existe a possibilidade de interação social. Viu só?
A prática de exercício traz benefícios que nem imaginávamos para a nossa saúde.
É importante lembrar que, além dos exercícios, visitas rotineiras à médicos e o
acompanhamento de um profissional são de extrema importância.
Cuide-se! ♥

 

Por: Embreex
Fotos/ Créditos: (caso use imagem ao publicar texto, citar o banco ou o fotógrafo)
O material poderá ser reproduzido, desde que citado a fonte.

Sem comentários
Adicionar comentário
Nome*
Email*

COMPARAR PRODUTO