Alongamento

alongamento

Alongar não possui restrições, pessoas de diferentes idades podem praticá-la, o único item que difere para cada um é a intensidade do exercício, além disso, não é preciso ter flexibilidade ou habilidades atléticas. Os alongamentos previnem lesões e aumentam a flexibilidade dos músculos, diminuindo a tensão.

Permanecer muito tempo parado, ou fazer uma atividade física muito desgastante fazem os músculos do corpo enrijecerem e diminuírem, daí nasce a importância de se alongar antes e depois da atividade física, este exercício faz com que a musculatura relaxe, voltando assim ao seu tamanho original.

Se alongar antes de praticar exercícios é essencial para evitar lesões, também ajuda na preparação do corpo, aumentando seus movimentos e o deixando mais flexível. Já o alongamento depois da atividade física, tem o intuito de relaxar a musculatura, melhorando o desempenho esportivo e evitando possíveis dores.

Para uma melhor eficiência os alongamentos devem ser realizados lentamente e seguirem uma ordem: primeiro os músculos primários (peitoral, músculos superiores das costas, glúteos e coxas), depois os secundários (bíceps dos braços e das pernas) e por fim os músculos que envolvem mãos, pés e dedos.

BENEFÍCIOS
- Melhora a coordenação motora;
- Previne problemas posturais;
- Relaxamento mental e consequentemente diminuição do estresse;
- Auxilia a cicatrização óssea;
- Reduz cólicas menstruais;
- Melhora a circulação sanguínea;
- Proporcionam maior consciência corporal;
- Facilita a prática de atividades físicas desgastantes como a corrida e a natação;
- Relaxam o corpo;
- Reduzem as tensões musculares.


saiba mais

Adeus celulites!

Cuidado com a alimentação e a prática de exercícios, estes são itens fundamentais para dar fim as celulites que tanto atormentam a vida de várias mulheres.
Essas ondulações presentes em vários locais do corpo, aparecem naturalmente e são causadas principalmente pelo acúmulo de gordura, sobrepeso, má circulação e mudanças hormonais.

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO
A alimentação é um item de grande influência para o surgimento ou desaparecimento das celulites, tudo depende do tipo de alimento que se é ingerido. É preciso ter cuidado com o excesso, principalmente com alimentos que são muito gordurosos ou que possuem muito sódio e glicose.

Alimentos que devem ser evitados
- Refrigerantes;
- Bebidas alcoólicas;
- Café e chá mate em excesso (ideal consumir no máximo 2 xícaras de café por dia, de preferência sem açúcar);
- Doces em excesso;
- Alimentos com sal em excesso;
- Frituras e alimentos ricos em gordura trans e saturadas.

Alimentos que devem ser consumidos
- Carboidratos (de médio a baixo índice glicêmico);
- Fibras solúveis, localizadas nas frutas como a laranja, a maçã e a banana; e nos legumes e vegetais como o tomate, a cenoura, a couve, o brócolis ou  o repolho;
- Fibras insolúveis, como aveia, grãos, hortaliças, sementes e produtos integrais;
- Proteínas, presentes nas carnes magras, como filé de frango, patinho e em peixes do tipo salmão, atum, badejo;
- Gordura boa, encontradas em óleos, sementes de linhaça, azeite extra virgem, nozes, castanhas e abacate;
- Soja.

PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS
Atividades aeróbias aumentam o batimento cardíaco e consequentemente a circulação, fazem sangue oxigenado chegar a vários pontos do corpo.
Associar musculação e exercícios aeróbios também é uma boa pedida. As atividades que exigem força aumentam a massa muscular, auxiliando o consumo de energia e também a tonificação do corpo. Melhora a circulação e irrigação dos músculos.

Exercícios que contribuem para a diminuição da celulite
- Corrida;
- Bicicleta;
- Patins;
- Caminhada;
- Agachamento com 3 apoios;
- Elevação pélvica com pesos;
- Elevação de quadril.

Fonte: TreinoMestre


saiba mais