Uma das maiores preocupações das mulheres que estão prestes a se casar é estar linda e magra no dia da cerimônia. Quem foi noiva, é noiva ou tem uma amiga noiva sabe muito bem disso. É uma luta difícil contra a balança. Mas, com força de vontade e acompanhamento profissional, é possível atingir o objetivo desejado.

Para conseguir emagrecer e ficar torneada, a dica do personal trainer é combinar exercícios aeróbios com a musculação.
O vestido é tomara-que-caia? Capriche na parte superior do corpo (peitoral, dorsal, ombros, bíceps e tríceps).
Os exercícios mais indicados são: supino (para o peitoral), pulley frente (dorsal), desenvolvimento com halter (para ombro),
rosca com halter (para bíceps) e tríceps pulley (para o tríceps).
Para vestidos com decote profundo nas costas, a noiva precisa trabalhar muito bem a musculatura dorsal, neste caso, pulley de frente
e remadas no geral são os mais indicados.

Se a noiva preferir praticar outras atividades físicas (artes marciais e dança, por exemplo), não tem problema.
O importante é ter disciplina, compromisso e determinação. É indicado que a noiva escolha uma atividade que ela tenha mais afinidade,
para que a prática do exercício seja prazerosa e não um sacrifício.

O importante é nunca esquecer de consultar sempre profissionais especializados ao começar uma atividade física ou iniciar uma dieta.
Desta maneira a noiva estará cheia de disposição antes, durante e depois do casamento (:

Dicas para ficar linda no vestido de noiva

Fonte: Yahoo! Mulher


saiba mais

Engenheiro, consultor e recordista mundial de natação, o gaúcho Fernando Limongi é um exemplo de como o café pode ser utilizado positivamente antes de um exercício físico.

Há cerca de um ano e meio, ele segue o hábito de tomar duas xícaras de café uma hora antes de cada treino. O objetivo é acelerar o metabolismo para queimar gordura mais rapidamente enquanto dá suas braçadas, pois a cafeína mobiliza uma quantidade maior de gordura corporal e ajuda a acelerar a queima calórica.

Limongi já gostava de café, mas a bebida entrou de vez na sua rotina quando consultou a nutricionista Débora Vargas, para melhorar a performance esportiva nas competições que participa pela equipe master do Clube Náutico União. Além da reeducação alimentar, Débora indicou o consumo de duas xícaras e meia de café coado uma hora antes da atividade física. Uma semana antes das competições, porém, o atleta suspende o consumo, já que o café, segundo Débora, é um diurético possante. Isso acarreta uma perda de líquidos desnecessária antes do exercício, que poderia ter um efeito negativo sobre o equilíbrio térmico e o desempenho em um ambiente de calor.

 

cafe

 

Fonte: Fitness Brasil


saiba mais

Benefícios do Futebol

Qualquer esporte faz bem para a saúde, e jogar futebol também trás benefícios.
O futebol é um esporte intenso. Você corre, passa a bola, dribla, diminui o ritmo e começa tudo de novo. É preciso ter fôlego suficiente para aguentar os 90 minutos em campo.

Se você ainda não pratica essa modalidade é importante fazer uma avaliação física para conhecer o seu nível de condicionamento. Assim é mais garantido começar a praticar novos esportes. Para as pessoas já praticam o esporte e que começarão praticar, é importante:
- Hidratar o corpo bebendo água ou isotônico, durante e depois dos treinos;
- Alongar-se antes e depois dos jogos;
- Utilizar roupas e calçados apropriados.

Jogando de forma correta, o futebol trás muitos benefícios:
1- Diminuição da gordura corporal
2- Manutenção do peso
3- Aumento da força, massa muscular e densidade óssea
4- Melhora da resistência cardiovascular
5- Favorece o trabalho do sistema digestivo, imunológico, nervoso, muscular, esquelético, endócrino e respiratório
6- Ameniza o risco de doenças cardíacas, diabetes, pressão alta, entre outras
7- Elimina o estresse e a ansiedade
8- Melhora a flexibilidade, coordenação, reflexo, concentração, agilidade, mobilidade articular, circulação sanguínea
9- Trabalha os músculos do abdomem, costas, glúteos, coxas e panturrilhas
10- Diminui a frequência cardíaca em repouso

Futebol

Então leitor, o que você acha de começar a treinar? (=

 


saiba mais

No post da semana passada, falamos sobre o spinning e publicamos algumas dicas para turbinar as pedalas (veja aqui). E hoje, trouxemos algumas recomendações para que não aconteça nenhum tipo de problema nas aulas, confira:

Para praticar o spinning não existem restrições de idade e nem de peso, no entanto é necessário um atestado médico indicando que a pessoa está apta para fazer esta modalidade. Muita gente não gosta de spinning porque pensa que esse tipo de aula força os joelhos, ocasionando uma lesão. Porém, basta se posicionar corretamente na bicicleta antes de começar para que o treinamento se torne seguro e eficiente. Veja as recomendações do professor Anderson Dias.

1. Altura do banco
Antes de subir, fique ao lado do banco e ajuste-o na altura do osso do quadril. Ao sentar na bicicleta, o seu joelho ficará um pouco flexionado quando o pedal estiver embaixo.

2. Distância do banco para o guidão
É a medida do seu antebraço, do cotovelo até a mão fechada. Para conferir, ao sentar, o seu joelho não deve ultrapassar a linha da ponta do pé.

3. Altura do guidão
Deixe-o mais alto que o banco. Isso garante uma pedalada confortável.

4. Ajuste do firma-pé
Prenda o tênis na fita, deixando-o firme, e coloque o cadarço para dentro, para não enroscar no pedal.

 

Fonte: Boa Forma


saiba mais

O spinning foi criado nos Estados Unidos, em 1995, pelo ciclista sul-africano Johnny G. Desde então, virou sucesso absoluto: 25% dos horários nas academias são para as sessões da modalidade. A procura é tanta que em alguns locais é preciso senha para garantir vaga na aula. Tudo isso porque, além de não exigir coordenação motora (basta sentar e pedalar), é uma exterminadora de calorias, melhora o fôlego e ainda empolga.

Testes feitos pela professora Vivi Motta, da Cia. Athletica, com profissionais do Laboratório de Metabolismo da Universidade de São Paulo (USP), em 2001, comprovam que em uma hora de spinning, as mulheres chegam a gastar 570 calorias – os homens podem perder 870.
Ou seja: o equivalente a pular corda por duas horas ou caminhar durante quatro horas!

Confira abaixo 6 maneiras de turbinar as pedaladas:
1. Usar frequencímetro
Esse aparelho monitora a frequência cardíaca durante a atividade física. Algumas mulheres não conseguem perder peso fazendo spinning porque pedalam numa frequência muito baixa, e assim, não conseguem atingir a zona de treinamento para queimar gordura.

2. Calçar sapatilha
Usar uma sapatilha especial (à venda em lojas de artigos esportivos) pode melhorar – e muito! – a sua performance.
Ela garante a transferência da força direto para o pé eliminando o desperdício de energia.

3. Respeitar o cronograma das aulas
Periodização é como os professores chamam a programação das aulas. As aulas não são sempre as mesmas. Por isso, dá para pedalar todos os dias em intensidades diferentes.

4. Utilizar banco de gel ou bermuda acolchoada
Uma capinha de gel que encaixa no banco ou uma bermuda com proteção extra no bumbum são dois recursos que proporcionam mais conforto durante as pedaladas.

5. Hidratar o organismo
Uma garrafa com água ou isotônico vai ajudá-la a manter um bom rendimento, auxiliando na reposição de energias e evitando a fadiga.

6. Manter uma toalha por perto
É sempre bom deixar uma toalha de mão pendurada na frente da bicicleta, para secar as mãos, pois o suor pode fazer com que elas escorreguem do gudião durante a aula.

aula de spinning

No post da próxima semana, confira mais dicas sobre este exercício! (=

Fonte: Boa Forma

 


saiba mais