Mês de Festas

Nos meses de Junho e Julho acontecem as tradicionais festas populares do Brasil, a Festa Junina ou Julina.
Sabemos que nesses meses não é fácil manter a dieta, por isso, é necessário ter cuidado na escolha dos alimentos.

Veja algumas dicas:
- Uma dica sempre importante é não chegar às festas com fome. Antes de sair de casa faça um lanche, coma uma fruta, uma barrinha de cereal ou uma vitamina. Isso ajudará você a se controlar melhor.
- O milho está liberado! Esse alimento é uma excelente fonte de energia e fibra que auxiliam no bom funcionamento do intestino. O que não vale é acrescentar ingredientes calóricos no alimento, como a manteiga.
- Os doces da festa geralmente possuem muito açúcar ou leite condensado, por isso, substitua-os por versões light e diet.
- É importante também cuidar com as bebidas alcoólicas, pois elas possuem muitas calorias. Cuidado também com o quentão, a maioria das receitas possuem açúcar.

Festa Junina

Com essas dicas você pode encarar as festas mais tranquilo, sem perder o controle da dieta! (:

 


saiba mais

TPM Controlada

Toda mulher sabe que a tensão pré-menstrual (TPM) faz com que ela fique agitada, com oscilações de humor, crises de choro, entre outras características que não as pertence quando estão fora desse período. Para amenizar o grau de TPM, separamos alguns alimentos que contribuem para que esse período seja menos estressante.

Especialistas sugerem o consumo de carboidratos, como: cereais, arroz integral, batata e pão, além de alimentos ricos em magnésio, vitamina B6 e cálcio, para diminuir o grau de tensão. A lentilha, o feijão e o grão-de-bico: também podem auxiliar nesse período, pois possuem alto teor de carboidratos e proteínas que ajudam a regular os níveis de açúcar no sangue. Amendoim, nozes e amêndoa: são conhecidos como frutos oleaginosos, estes possuem vitaminas E e B6 que também ajudam a amenizar a TPM. Outra dica importante, é o consumo de frutas, ele ajuda a diminuir o desejo de comer doces.

Agora você já sabe, toda vez que estiver nesses dias, controle a alimentação para ficar mais tranquila (=

Graos 01


saiba mais

Para evitar o efeito sanfona e não recurar aqueles quilinhos eliminados com tanto esforço e dedicação, separamos alguns dicas para você.

Para começar, tenha metas reais! É importante ter consciência de que não dá pra voltar a ter o corpinho de 20 anos atrás sem ter muita dedicação e até mesmo sacrifícios desanimadores. Por isso, deseje apenas o que for realmente necessário, cobre de si mesmo um peso que seja aceitável e possível de se alcançar e manter por muito tempo.

Atingir o peso ideal é apenas uma parte do procedimento. Após essa conquista, é preciso manter o novo peso por um bom tempo para que seu organismo se adapte a esta novidade e assim dificulte a recuperar os quilos já eliminados. Para que seu corpo se acostume melhor com os quilos eliminados, o número de meses para melhor adaptação refere-se ao número de quilo perdidos. Neste caso, se foi eliminado 5 quilos, seu corpo levará 5 meses para se adaptar com o novo peso.

Uma outra dica muito importante é não ter pressa. Emagrecer faz bem a saúde e a autoestima, mas é preciso ir com calma para perder peso de forma saudável.

Além disso, é importante encontrar a dieta ideal para seu organismo. Cada pessoa deve procurar a dieta que acompanhe seu estilo de vida.
Não seja radical!
Fazer dieta não é parar de comer, é comer de tudo, mas de forma bem equilibrada! (:

Fonte: Bem-Estar


saiba mais

Temos mais um post especial para as mamães que estão com o baby à caminho! A gravidez exige um cuidado redobrado com a alimentação, há nutrientes que não podem faltar para a mamãe e o bebê. Conheça cinco dos principais nutrientes que devem fazer parte do prato das gestantes:

Ácido Fólico
Este ácido é um tipo essencial de vitamina B que não é produzido pelo organismo, sendo assim, deve ser obtido através da alimentação. Esse ácido pode ser encontrado em frutas como laranja, morango e banana, ou legumes como couve, espinafre ou brócolis.
Esse nutriente previne problemas de gestação como: desenvolvimento anormal da medula espinhal e ausência do cérebro.

Cálcio
O leite e seus derivados, além de serem ricos em cálcio, são de extrema importância para a formação de ossos e dentes do bebê. O leite deve ser desnatado ou integral. Outros alimentos como: agrião, brócolis, couve, feijão e demais produtos à base de soja, também são ricos em cálcio.

Carboidratos
Pães, cereais, arroz, massas, batatas e frutas são boas fontes de carboidratos.
Os carboidratos fornecem as calorias adicionais de que a gestante necessita. O pão, o cereal e o arroz, se consumidos na versão integral, mantêm suas propriedades nutricionais intactas e as fibras, que também ajudam o intestino a funcionar corretamente.

Ferro
Para evitar anemia durante a gravidez e complicações no parto, consuma alimentos como feijão, castanhas ou carne vermelha, ricos em ferro.

Proteínas
Carnes e ovos são alimentos muito importantes para as gestantes. Por serem ricos em proteínas, são essenciais para a produção das células e dos tecidos novos da mamãe e do bebê. O feijão, a ervilha, grão-de-bico, leites e derivados, também são boas fontes de proteínas.
Mamães vegetarianas, talvez precisem fazer suplementação de vitamina B12, nutriente importante para a formação do sangue do bebê.

 

Fonte: Gnt.Globo


saiba mais

Armadilhas calóricas

Para você não cair nas armadilhas calóricas que existem em todos os lugares, a nossa equipe separou algumas dicas que vão te salvar!

Cuidado com:
1- Barzinhos: eles sempre oferecem porções de nozes, amendoins, castanhas, entre outros aperitivos. Porém, estes, são muito gordurosos, e não cairão muito bem na sua dieta ou alimentação saudável;

2- Quantidade de aperitivos: se você quer dar uma escapadinha da dieta, não pegue mais aperitivos do que você pode segurar entre o indicador e o dedão;

3- Bebida: o garçom sempre muito gentil, quer encher o seu copo de bebida frequentemente. Não deixe! Sirva-se você mesmo, ou peça que encha apenas meio copo, e se necessário caminhe até o bar para enchê-lo;

4- Festas comemorativas: previna excessos festivos inserindo uma quantidade menor de alimentos na semana que antecede a data, assim, você se permite comer um pouco mais nas datas comemorativas;

5 – Festas em geral: é sempre bom fazer um “lanchinho” antes de qualquer festa, assim você evita comer muitas comidas gordurosas e calóricas demais!

Essas foram algumas dicas que separamos para você. Esperamos que que ajude na hora das armadilhas =)


saiba mais